quinta-feira, 5 de maio de 2011

A cada manhã eu construo um escudo de proteção. Nele escrevo todos os motivos racionais para que eu não me apaixone e alimento meu amor-próprio para que ele seja mais forte do que quaisquer outras paixões que possam passar pelo meu caminho. 
O escudo protege meus olhos e meus ouvidos para que eles não se deixem enganar por pessoas que não valem a pena e ainda não permite que eu me prenda a ninguém. Mas como tudo, existe uma exceção. Você. Que de um jeito surpreendente, e sem esforço algum consegue destruir as barreiras que eu construo ao meu redor com apenas um suspiro. Você. O único motivo pelo qual eu tenho que reconstruir a cada dia o meu escudo. A única exceção.