sábado, 9 de janeiro de 2010

Luiz Fernando Verrísimo

"Pros erros há perdão;
 Pros fracassos,chance;
 Pros amores impossíceis, tempo.
 De nada adianta cercar o coração vazio ou economizar a alma.
 Um romance cujo fim é instântâneo ou indolor não é romance.
 Não deixe que a saudade,que a rotina acomode,que o medo impeça de tentar."